quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Morte de Montagner: Estudo mostra que usina mudou fluxo do rio.



Estudo comprovou o aumento no fluxo de água liberado pela barragem, entre 13h e 14h do dia 15 de setembro.


Nesta quinta-feira (29), foi divulgado um estudo que foi realizado com documentos da usina de Xingó, que fica a 2 Km do local onde o ator Domingos Montagner morreu afogado, comprovando o aumento no fluxo de água liberado pela barragem, entre 13h e 14h do dia 15 de setembro.

Segundo informações que foram publicadas pelo Theintercept, este fator que pode ter agravado a correnteza e causado redemoinhos na região. Mas, o estudo ainda não apresenta provas conclusivas de que o aumento do fluxo da usina tenha provocado a morte do ator, já que a região onde o acidente aconteceu é reconhecida como perigosa e com muitas pedras.
Com a morte de Domingos Montagner, em Canindé, muito se questionou sobre a falta de sinalização no local e a possibilidade de, no momento do afogamento, o aumento da vazão do rio ter causado sumidouros.

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Pesquisar este blog

Popular Posts

Em Itaituba: Acidente fatal, no Km 04 da rodovia Transamazônica.

O acidente ocorreu na noite desta quarta-feira (29), no Km 04 da Rodovia Transamazônica. De acordo com o informações o jovem Ezequias Lim...

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Receba as Notícias em Seu Email