quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

ORIXIMINÁ: JUSTIÇA CONCEDE ALVARÁ DE SOLTURA PARA SUSPEITO DE TER MATADO PROFESSOR NA CIDADE.


Alvará de soltura foi cumprido pela Polícia Civil na manhã desta quarta (14). Jovem de 21 anos foi preso em flagrante no mesmo dia do crime

A Polícia Civil de Oriximiná confirmou a soltura do suspeito de participar da morte do professor Ardson Ferreira, de 33 anos no dia 9 de dezembro. O jovem de 21 anos foi liberado na manhã desta quarta-feira (14). A polícia informou que o alvará não apresentou as motivações jurídicas para colocá-lo em liberdade. A reportagem tenta contato com o Fórum do município para saber as razões.

O suspeito foi preso no mesmo dia do crime, por volta de 19h30. De acordo com a polícia, o jovem foi preso em flagrante. A polícia chegou até ele após uma testemunha informar ter visto ele no local do crime. “Ele já cumpriu pena na Central de Triagem de Santarém junto com outro que está foragido”, ressaltou o delegado Thiago Mendes, que está respondendo pela delegacia de Oriximiná.
 
Mendes ressaltou que já foi solicitada a prisão preventiva do outro suspeito de ter envolvimento do crime, mas ele segue foragido. “Solicitamos também histórico da vítima para saber com quem estava se relacionando pra traçar um histórico dos momentos que antecederam o latrocínio. Estamos aguardando manifestação da justiça”, explicou Mendes.
 
Manifestação
 
Uma manifestação reuniu cerca de 10 mil pessoas pelas ruas de Oriximiná na terça-feira (13) para pedir justiça. “Oriximiná de luto clama por justiça e paz” foi a frase que o movimento utilizou. O protesto reuniu servidores públicos e a sociedade civil contra a violência, e outros crimes no município.
 
Os manifestantes estiveram em frente ao fórum, prefeitura e Câmara de Vereadores onde entregaram ao presidente da casa, um documento repudiando a “onda de violência” na cidade.
 
O crime
 
Ardson, que era professor de matemática na rede estadual de ensino foi encontrado morto na madrugada do dia 9 de dezembro na Rua da Granja no bairro são Lázaro. De acordo com a Polícia Militar (PM), o corpo apresentava várias perfurações, possivelmente provocadas por uma faca. A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio.
 
JK com informações do G1

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Vídeo mostra tiroteio em show da banda do hit ‘Metralhadora’

© Reprodução / Youtube

Um vídeo publicado na internet mostra o momento exato do tumulto causado por um tiroteio durante o show da cantora Tays Reis, da banda A Vingadora, na casa de show Coliseu do Forró, em Salvador, Bahia. Os disparos mataram o dançarino Marcelo Tosta, de 37 anos. O caso aconteceu no sábado (3).


Assista acima.
Segundo o G1, a polícia vai usar o vídeo nas investigações. A Secretaria de Segurança Pública da Bahia contou que um guarda municipal foi autuado em flagrante, no domingo (4), suspeito de participar do crime. Ele foi baleado no joelho e está internado.
O guarda e um amigo teriam discutido com o dançarino e trocado socos antes dos tiros. A polícia ainda está investigando os responsáveis pelo homicídio.
A banda A Vingadora, que ficou conhecida com o hit “Metralhadora”, estava lançando seu novo disco.
Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br

LEITORA ACIONA O BLOG PARA RELATAR O ABUSO DE AUTORIDADE DA CELPA


Carro da CELPA na residência da senhora

Oi JK, Boa tarde. Venho denunciar o abuso de autoridade da CELPA. Estava na escola, e minhas irmãs estavam em casa sozinhas e são de menores, os empregados da Celpa, bateram em casa e falaram que o medidor encontrava com defeito, pois bem, elas não podiam assinar e ameaçaram de corta a energia, sendo que não há nenhum talão de energia atrasado, e o nosso medidor foi trocado não tem 2 meses, e pagamos um absurdo de energia, e ser não aceitamos ele vem com a maior ignorância.

 O valor do talão, e nem ficamos em casa, nem temos central de ar. Um absurdo

Leitora do Blog - Via Whatsapp para o BLOG DO JK

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Itaituba: Homem é preso acusado de mostrar suas partes intimas para crianças


A policia militar prendeu na tarde desta quinta feira, 01, José Maria Barros Ribeiro, de 52 anos, morador da 36ª Rua do Bairro Santo Antônio, ele foi denunciado por crianças de estar mostrando suas partes intimas.


A denuncia foi feita pela senhora; Maria de Fátima, avó de duas meninas que estavam brincando no quintal da sua casa com mais duas coleguinhas. Em entrevista ao (BJR) Maria disse que estava dentro de casa, quando as crianças foram lhe chamar, e disseram que; José Maria estava mostrando suas partes intimas há elas; Maria conta que foi ver, quando chegou ao quintal; José estava levantando o short que usava, revoltada com a situação chamou a Policia Militar, que ao comando do Sgt. Lazaro fez a prisão de José e todos foram levados para a delegacia da mulher. Antes de entrar na cela; José Maria, disse que tudo é mentira da avó das meninas, disse que ela não gosta dele, quer tirar ele de sua casa, quer ver ele preso, por isso inventou que ele estaria mostrando suas partes para as crianças; José nega com veemência o fato. O mesmo foi apresentado na DEAM para os procedimentos legais. 




Fonte: Blog do Junior Ribeiro...

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Presidente da Turquia diz que tropas turcas invadiram a Síria


O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse nesta terça-feira (29) que as tropas turcas entraram na Síria para derrubar o governo do presidente Bashar al-Assad. Erdogan afirmou ainda que Ancara não tem reivindicação territorial na Síria, mas tem o interesse de entregar o poder à população na tentativa de restaurar "a justiça". "Nós não temos ambições em território sírio. Fomos lá para acabar com o governo do tirano Assad, que choca com o terror de Estado", disse ele.
Segundo o mandatário, quase um milhão de pessoas morreram na guerra da Síria e isso o fez se perguntar "onde estava a ONU" e o "que ela estava fazendo". Erdogan ainda disse que a Turquia perdeu a paciência e "teve que entrar" no país árabe. O Exército da Turquia invadiu a Síria em agosto. No entanto, no mês de outubro, as forças aéreas mataram entre 160 e 200 combatentes do grupo curdo Unidade de Proteção Popular (YPG). (ANSA)

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

MULHER MORRE APÓS SER ATINGIDA POR DESCARGA ELÉTRICA NA COMUNIDADE DE CAPIXAUÃ NA REGIÃO DE RIOS EM SANTARÉM

Imagem ilustrativa: Fato ocorreu na comunidade do Capixauã, localizada na região de rios. Outras três pessoas receberam a descarga e 
sofreram ferimentos leves

Uma mulher morreu após ser atingida por uma descarga elétrica de um raio que caiu durante um temporal em Santarém, na terça-feira (15). O fato ocorreu na comunidade do Capixauã, localizada na região de rios. Outras três pessoas da família que estavam com ela no momento do acidente sofreram ferimentos leves e devem receber atendimento médico no Hospital Municipal nesta quarta-feira (16).

Segundo o capitão Santino Contes, o Corpo de Bombeiros recebeu o chamado por meio do Núcleo Integrado de Operações Policiais (Niop). Ele ressaltou a dificuldade de chegar até a comunidade. De acordo com os técnicos que realizaram o atendimento, a mulher teve morte instantânea após a descarga elétrica.“Como a comunidade Capixauã fica na margem esquerda do Tapajós ficou difícil para a nossa lancha que é pequena. Acionamos então uma ambulancha na comunidade de Parauá, que com seus técnicos foi até o local e infelizmente constataram o óbito”, informou.

Contes lembra que o Brasil é um dos países com maior incidência de raios e que grande parte deles acabam ocorrendo na região Norte. Na região de rios, alguns cuidados podem ser importantes para evitar este tipo de acidente. “Quem mora nestas regiões não deve entrar em rios e lagos para se abrigar de raios e também devem evitar grandes árvores. Quanto maior o porte da árvore, a tendência maior é que o raio procure o ponto de menor distância entre o lado positivo e negativo para fazer o aterramento e as pessoas que se encontram nesta situação estarão correndo um risco maior de sofrer a descarga”, conclui o capitão.

Fonte: Blog JK / Junior Ribeiro

Motocicleta é recuperada e mulher é presa após assalto em Santarém

Foram apreendidos arma, munições, joias, relógios, dinheiro e eletrônicos. Mulher estava em prisão domiciliar para cuidar da filha de três meses.

As Polícias Rodoviária Federal e Militar prenderam uma mulher, de 22 anos, na comunidade São José em Santarém, no oeste do Pará, por recepção e posse ilegal de arma de fogo. A prisão ocorreu noite de terça-feira (15) após a PRF ser comunicada do roubo de uma motocicleta. O veículo foi localizado no quintal da residência da mulher por meio do GPS instalado pelo proprietário.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, por se tratar de flagrante, os policiais entraram na casa para capturar o suspeito do assalto, mas apenas a mulher que estava em prisão domiciliar e uma criança de três meses estavam na residência. Foram encontradas e apreendidas 15 munições e uma pistola com a numeração raspada, possivelmente, exclusiva do uso da Polícia Militar, além da chave da motocicleta, televisão, relógios, joias e um notebook, suspeitos de serem produtos roubados.
O proprietário reconheceu o assaltante ao analisar alguns documentos e roupas que estavam na casa. Em depoimento, a mulher disse que o marido tinha chegado com a moto, estacionado no quintal, porém tinha acabado de sair. Os policiais fizeram buscas mas não capturaram o homem. Ele deve responder pelo crime de roubo a veículo de passeio particular. A mulher presa foi levada para a 16ª Seccional de Polícia Civil, a criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar e depois entregue a uma tia.
O assalto: Na noite de terça-feira (15) um homem armado com uma pistola assaltou um motociclista no bairro Maracanã e levou o veículo da vítima. Por ter GPS na moto, a vítima acionou a Polícia Rodoviária Federal e informou a localização.

Fonte: http://g1.globo.com/pa/santarem / Junior Ribeiro

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

PAI DE ALUNA QUE FRAUDOU ENEM DIZ QUE SÓ QUERIA REALIZAR O SONHO DA FILHA, QUE SÓ FICOU SABENDO DO ESQUEMA DO PAI NO DIA DO TESTE, SEGUNDO ELE. ANO PASSADO SOFIA SE MANIFESTOU CONTRA A CORRUPÇÃO, PEDINDO "FORA DILMA"

Sofia no manifesto contra a corrupção ano passado

Otacílio Macedo, dono de um supermercado no interior de Minas Gerais, disse que fez tudo sozinho, para ajudar a filha "a realizar um sonho, que é cursar a faculdade de medicina"; ele contou que pagaria R$ 50 mil a uma quadrilha para saber o gabarito antes da prova, e afirmou que a filha, Sofia Macedo, de 19 anos, só soube do esquema no dia do teste; no ano passado, Sofia se manifestou contra a corrupção, pedindo "Fora, Dilma"

O pai da jovem Sofia Macedo, de 19 anos, suspeita de fraudar o Enem, disse em entrevista ao portal R7 que fez tudo sozinho, para ajudar a filha "a realizar um sonho, que é cursar a faculdade de medicina".

Otacílio Macedo, dono de um supermercado no interior de Minas Gerais, contou que pagaria R$ 50 mil - e não R$ 180 mil, como divulgou a Polícia Federal - a uma quadrilha para saber o gabarito antes da prova.

Ele assegurou ter feito tudo sozinho, e que a filha só soube do esquema no dia do teste. Segundo ele, Sofia está em casa, mas continua bastante abalada com as mensagens contra ela no Facebook, onde apagou sua página.

No ano passado, Sofia se manifestou contra a corrupção, pedindo "Fora, Dilma".


Fonte: Brasil 247 / Blog JK