quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Em Marabá Mais um Policial Militar é morto em cumprimento de seu dever vagabundo que matou o pai de família também levou vela


Na tarde de Quarta feira (02) na cidade de Marabá no estado do Pará mais um policial militar que estava de serviço no cumprimento de seu dever foi morto com um tiro que foi desferido por um vagabundo que estava armado de revolver que tirou a vida de mais um guardião da sociedade.

Segundo as informações que nos foram repassadas minutos depois do fato, o Cabo Robson Rocha que pertencia ao 4º BPM em Marabá, ele estava de serviço e em uma abordagem que foi feita pela guarnição um dos vagabundos estava armado sacou a arma a tirou contra o policial atingindo o guerreiro na cabeça que não resistiu e morreu no local.

Depois do fato o vagabundo conseguiu se evadir do local mais a Policia Militar fez o cerco nas imediações foi quando em um outro local  denominado de Vila Sororo" a policia fez o cerco, o pilantra ainda atirou contra os policiais que para se defenderem mais uma vez da injusta agressão efetuou disparos contra o vagabundo que tombou morto e levou vela. 

O Policial Militar, era pai de família e tinha filhos, saiu de casa para defender a sociedade que em sua maior parte só sabe criticar a policia, não aprendeu ainda que o policial é uma pessoa comum que tem uma missão de defender a população, policial que tem sentimentos e tem família, sente dores e que também sente medo.  



Oque mais aborrece as pessoas de bem que sabem do valor que a Policia tem para a sociedade é que a família mais uma vez de um policial será desassistida pelo estado e pelas autoridades e que os "Direitos Humanos" vai visitar certamente o corpo do vagabundo que matou o policial e ainda por cima vão querer ainda atribuir milhões de coisas e argumentos para arrebentar com os policiais que estavam na ação que culminou na morte do bandido, em quanto a família do policial vai ficar como todas as outras famílias vitimas de bandidos nunca teve e nunca terá a visita de um integrante dessa instituição chamada de "Direitos Humanos". 

NO comando do 4º Batalhão o comandante Coronel favacho que é tido como um excelente comandante ele se pronunciou sobre o caso e disse " Se foi um policial militar,um filho, um esposo, um irmão.
O Batalhão está em luto, chorando a partida de um irmão e amigo.
Somos humanos sim. Sentimos dores. Não somos insensíveis como dizem aqueles hipócritas defensores dos vagabundos. Vamos continuar nossa luta sem baixar a cabeça pra essa bandidagem.
Ficam as nossas condolências e sentimentos a família enlutada daquele que até seu ultimo momento de vida prestou serviços a comunidade Marabaense.". Disse o comandante triste com a perda de mais um combatente. 

 "Os Anjos sempre voltam para seu local de origem e o Robson veio a este mundo para combater o bom combate. Agora, toda a tropa celestial entra em forma para recebê-lo com honras de que é merecedor. Não perdemos um policial, mas sim, ganhamos um anjo que velará por todos nós que daremos continuidade nessa árdua missão de proteger aqueles que estão sob a tutela do 4 BPM. Se foi um policial militar,um filho, um esposo, um irmão. O Batalhão está em luto, chorando a partida de um irmão e amigo. Somos humanos sim. Sentimos dores. Não somos insensíveis como dizem aqueles hipócritas defensores dos vagabundos. Vamos continuar nossa luta sem baixar a cabeça pra essa bandidagem" TC FAVACHO.

Fonte : Elias Junior Noticias 

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Pesquisar este blog

Popular Posts

EM ITAITUBA, COMTRI E DETRAN BUSCAM COM O APOIO DA POLICIA MILITAR, COMBATER IRREGULARIDADES NO TRÂNSITO.

A Comtri (Coordenadoria Municipal de Trânsito), em Parceria com o Detran que é o órgão estadual responsável pela fiscalização do trânsito e...

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Receba as Notícias em Seu Email